De que forma os bastidores se desenrolam? Os estudantes contam como aconteceu com eles. 

Showing Tag: "de" (Show all posts)

Diário de Bordo

Posted by Mirna Tonus on Tuesday, June 14, 2011,

Por Laís Ortiz

Após a matéria, fiquei feliz, realmente o teste da Super Interessante não mentiu. Eu não sou uma psicopata, e mesmo sob a pressão de situações adversas contive meu instinto assassino e não assassinei ninguém.

Minha função na primeira matéria foi o ingrato trabalho de Produtora. Na aula de telejornalismo, quando apresentadas as profissões, todos desprezaram a lógica do produtor, aquele famigerado marajá português, trabalha por dois para receber por um. No noss...


Continue reading ...
 

Diário de Bordo

Posted by Mirna Tonus on Tuesday, June 14, 2011,

Por Laís Ortiz

Após a matéria, fiquei feliz, realmente o teste da Super Interessante não mentiu. Eu não sou uma psicopata, e mesmo sob a pressão de situações adversas contive meu instinto assassino e não assassinei ninguém.

Minha função na primeira matéria foi o ingrato trabalho de Produtora. Na aula de telejornalismo, quando apresentadas as profissões, todos desprezaram a lógica do produtor, aquele famigerado marajá português, trabalha por dois para receber por um. No noss...


Continue reading ...
 

Depoimento

Posted by Mirna Tonus on Tuesday, June 14, 2011,

Por Laura Laís
A primeira vez... Alguém esquece? Muitas vezes a gente prefere esquecer. Porque é na primeira vez que TUDO dá errado! A ley de Murphy impera, os trevos de quatro folhas de nada adiantam. É o entrevistado que não aparece - e quando aparece está com aquela pressa de quem vai tirar o pai da forca - a fita acaba, o cabelo não pára de cair no rosto, a maquiagem borra, tá calor, tá frio, tô feia, tô gorda, aaaah!!!
 ‘1,2,3, gravando...’ Haaaam?? Qual que era mesmo a ...
Continue reading ...
 

Doce jiló

Posted by Mirna Tonus on Tuesday, June 14, 2011,
Por Tatiana Oliveira Lima
 

Nada como acordar em uma sexta-feira e ir fazer um telejornal. Se não entendeu que isso é cinismo, é simplesmente porque o texto de TV tirou toda a minha capacidade de criação e  ironia. Achava que a melhor das sensações era a adrenalina, mas ela te trava, te mantém muda, passa a ser emocionante no pior dos sentidos.

Com o telejornalismo, aprendi a respeitar a Lei de Murphy (ela existe e é amarga como o jiló com agrião). A primeira lição é que: quando ...


Continue reading ...
 

Modo de fazer: fazendo!

Posted by Mirna Tonus on Tuesday, June 14, 2011,

Por Natália Faria

Pense numa pessoa desastrada. Eleve ao cubo. É... Veja bem... Na primeira vez que eu fiz um bolo de cenoura exagerei no fermento, a farinha empelotou, derrubei uns dois ovos no chão e na hora de desenformar o bolo estava deformado. Apesar de tudo isso, da mão que eu queimei quando tirei o bolo do forno e da cozinha destruída, o cheiro ficou bom, a massa ficou fofinha e a gente raspou a panela da cobertura de chocolate com gosto.

A sensação de produzir um telejornal...


Continue reading ...
 
 

Como


Publicação dos alunos envolvidos no projeto Reverso a respeito do processo de produção.

Blog Archive

Blogs amigos

blog comments powered by Disqus

This free website was made using Yola.

No HTML skills required. Build your website in minutes.

Go to www.yola.com and sign up today!

Make a free website with Yola